Internet

Mais e-mails falsos

presta_atencao

Dizem que malandro que é malandro nunca desiste. Deve ser verdade, pois os malandros têm resistido ao tempo, às pressões, à perseguição da Polícia, às denúncias. “Malandro é malandro, mané é mané”, dizem eles quando se referem às pessoas honestas. “Mané” é a vítima.

Os malandros da internet não dormem, passam o tempo tentando descobrir novas maneiras ou formas menos suspeitas de enganar os mais ingênuos, e suas táticas preferidas são o e-mail falso, os trotes por celular, sites que plantam vírus e programas maliciosos e até envio de correspondência com aparência oficial. É preciso estar atento.

Por sorte, os malandros da internet continuam ignorantes em relação ao idioma, e cometem erros ridículos. Porém, esses erros muitas vezes não são notados pelos destinatários, o que é uma pena. Se os internautas brasileiros se preocupassem mais com o estudo da Língua Portuguesa, conseguiriam se livrar da maior parte dos golpes aplicados pela internet.

Novo e-mail falso em nome da CAIXA

caixa

Esta imagem mostra uma mensagem atribuída à Caixa. Ela pede que o recebedor atualize seus componentes de segurança em todos os computadores que possuir. Para isso, o ingênuo deve clicar no link destacado no quadro azul. É assim que os bandidos conseguem instalar o phishing, um programa que se apodera de todos os dados confidenciais que estão armazenados nos computadores e que são digitados pelos usuários daqueles equipamentos. Se uma dessas máquinas for usada para acessar o site de seu banco, por exemplo, seus dados de login serão transmitidos para o malandro que plantou o phishing.

A CAIXA não é a única instituição usada pelos bandidos da internet. Além de outros bancos, SPC e Receita Federal, até mesmo o Registro.br, órgão que cuida dos registros de domínios e compõe o Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) tem servido de fachada para as mensagens de conteúdo malicioso, inclusive em correspondências impressas.

Quando alguém registra um domínio (endereço de um site) no Registro.br com a intenção de possuir um site, o Registro.com imediatamente entra em ação enviando ao responsável pelo domínio um boleto bancário com um valor quase dez vezes maior. Se o primeiro boleto for pago, seu sossego acabará, pois a entidade não pensa duas vezes antes de enviar seu nome para o SPC…

sites_registros

Os golpes pela internet acontecem principalmente por falta de informação. As pessoas de boa índole não imaginam que pode haver tanta criatividade e determinação daqueles que procuram ganhar dinheiro fácil. Mas, a internet não é o único canal usado pelos safados. Quando você abre uma empresa, vários boletos chegam ao seu endereço sem você saber como. Os espertalhões ficam de olho no Diário Oficial e, sempre que é notificada a criação de uma nova empresa, eles se apoderam do nome e endereço do responsável e enviam boletos para pagamento de taxas de filiação a sindicatos, confederações e outras instituições.

Sempre que você receber um boleto pelo Correio, verifique se não há em algum lugar uma linha dizendo “pagamento opcional”. Se a encontrar, simplesmente jogue o boleto no lixo, desconsidere-o. Se for o caso, mais tarde você poderá se tornar escravo dessas “instituições” que nada fazem a não ser comer o seu dinheiro.

Denuncie a malandragem

Em caso de SPAM, você pode apresentar denúncia no site antispam.br, também pertencente ao CGI.br. Caso você verifique que é uma mensagem falsa, você deve comunicar a instituição que está sendo enganada (no exemplo da Caixa, fazer a denúncia ao banco). É importante que você participe dessa luta para evitar que outras pessoas sejam ludibriadas.

Dica: Para saber se a mensagem que você está recebendo é falsa, quando houver um link no corpo da mensagem, posicione o ponteiro do mouse sobre ele (sem clicar) e confira o endereço que aparece no rodapé da tela. 

Tags

Artigos relacionados

Leia também

Close
Close
%d blogueiros gostam disto: